Dura poesia… (parceria “fotopoética” com Penélope Martins)

FLORES NEGRAS

ele tinha olhos cavados de esqueleto, moribunda

a boca a brotar flores negras no sangue

lodoso de melodia

triste:

tristes crianças com fome na Praça XV,

tristes meninos entorpecidos na Alfredo Issa,

tristes sinas marcadas no Pelourinho

e na Síria

o moto-contínuo campo concentrado de miséria

que alimenta brutais tanques de guerra.

(poema de Penélope Martins)

Este fotopoema também foi publicado no Clube de Leitores