Dura poesia… (parceria “fotopoética” com Penélope Martins)

FLORES NEGRAS

ele tinha olhos cavados de esqueleto, moribunda

a boca a brotar flores negras no sangue

lodoso de melodia

triste:

tristes crianças com fome na Praça XV,

tristes meninos entorpecidos na Alfredo Issa,

tristes sinas marcadas no Pelourinho

e na Síria

o moto-contínuo campo concentrado de miséria

que alimenta brutais tanques de guerra.

(poema de Penélope Martins)

Este fotopoema também foi publicado no Clube de Leitores

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s